UOL Notícias Blogs
 

Blog

Cobertura política, eleitoral, pesquisas e notícias do poder

09h50 - 09/12/2011
 

70,9% dos órgãos públicos não sabem como dar acesso a informações

Estudo da CGU sai hoje, Dia Internacional contra a Corrupção

Lei de Acesso entra em vigor em maio de 2012 e implantação é incerta

A Lei de Acesso a Informações Públicas foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff em 18.nov.2011. O texto entra em vigor em maio de 2012. Em tese, permitirá a qualquer cidadão pedir informações a órgãos públicos, inclusive via e-mail.

Mas o serviço público não está preparado nem tem uma cultura estabelecida para cumprir o que manda a Lei 12.527. Pesquisa encomendada pela Controladoria-Geral da União (CGU) sobre a cultura de acesso a informações públicas no Poder Executivo Federal concluiu que 53,2%  dos servidores afirmam que não há nos seus locais de trabalho uma unidade para processar e atender às demandas de dados feitas pelos cidadãos. Aqui, íntegra da pesquisa (em pdf, 860 Kb).

Outros 17,7% sequer souberam responder à questão: “No órgão em que o(a) Sr.(a) trabalha, qual unidade está a cargo de responder às solicitações de acesso à informação pública formuladas pelo cidadão?”. Quando se somam esses 17,7% com os 53,2% que dizem não haver unidade de atendimento e processamento de dados para o público, chega-se a 70,9% despreparo nos órgãos públicos federais (do Poder Executivo) para cumprir a Lei de Acesso.

Em suma, em 70,9% dos órgãos federais do Poder Executivo não se sabe ao certo como prover o público quando há demanda por informações. Esse dado não chega a ser uma surpresa, mas é um indicador do grau de dificuldade para que será enfrentado para o cumprimento da Lei 15.527 a partir de maio de 2012.

O estudo revela haver também incompreensão a respeito do assunto: 22,8% dizem que a responsabilidade de processar pedidos de informação seria do pessoal de comunicação social, da ouvidoria, do protocolo ou do serviço de arquivo do órgão. Nenhum desses setores terá como prestar tal serviço, pois não foram desenhados para tal.

Abaixo, gráfico que está no estudo da CGU:

 

 

A pesquisa da CGU foi realizada em duas etapas. Na primeira, foram entrevistados 73 servidores com cargos de confiança e vínculo permanente com a administração pública. Na segunda, 986 servidores responderam a um questionário online voluntariamente –o link foi enviado por e-mail para 15 mil dos cerca de 580 mil servidores do Executivo federal. A margem de erro é de 3,5%.

O estudo será apresentado às 14h de hoje (9.dez.2011) em Brasília, quando é celebrado o Dia Internacional contra a Corrupção, uma data da ONU. A CGU organizou um evento, em conjunto com a Unesco, para apresentação de pesquisas e debates sobre o assunto, incluindo dados sobre a situação da transparência nos órgãos públicos. Aqui, programação completa do evento.

Os dados da pesquisa são em sua maioria desalentadores. Há muito despreparo no poder público brasileiro para cumprir a Lei de Acesso. Mas trata-se de um estudo valioso para que o governo se prepare para enfrentar os desafios que terá até maio de 2012. O ideal seria que os outros Poderes (Legislativo e Judiciário) também tentassem fazer tais diagnósticos para também traçarem planos de ação –mas não há notícia a respeito até agora.

 

 

O blog no Twitter.

Por Fernando Rodrigues
 

PT explora onda de indignados para ganhar filiados

Blog adianta os 12 comerciais da sigla neste mês na TV...

...só Lula e Dilma aparecem nas gravações de 30 segundos.

O PT exibe 12 comerciais curtos (11 de 30 segundos e 1 de 1 minuto) em rede nacional em 10, 22, 24 e 27.dez.2011. Em cada um desses dias, o partido exibirá, em média, 10 comerciais de 30 segundos. Em horário nobre. Trata-se de uma campanha equivalente à de grandes marcas de produtos comerciais. É quase impossível alguém que assista televisão não se deparar com, pelo menos, um desses filmes.

Essas propagandas partidárias são levadas ao ar com dinheiro público. É uma facilidade disponível para todas as agremiações políticas. As TVs ganham isenção fiscal para exibi-las.

A estratégia do PT é combinar duas situações da atual conjuntura e tirar proveito disso: 1) a boa avaliação dos governos de Lula e de Dilma Rousseff e 2) a possível motivação que protestos como a Primavera Árabe e o Occupy Wall Street produziram nos jovens brasileiros –em geral desinteressados por política.

Os petistas enxergam uma demanda não atendida no mercado. Brasileiros estariam querendo agir, participar. Mas não saberiam como. É a esses que essa bateria de comerciais se dirige.

Produzidos e dirigidos por João Santana, marqueteiro responsável pelas campanhas de reeleição de Lula (2006) e da eleição de Dilma (2010), os comerciais pretendem funcionar como uma janela de entrada para novos associados ao PT.

A mensagem martelada nos vídeos é: “Filie-se ao PT e continue mobilizando o Brasil”.

Em um dos vídeos, Lula e Dilma aparecem juntos. Pesquisas usadas para orientar os petistas indicam que o ex-presidente continua com boa imagem, Dilma está com alta popularidade e não surgiu ainda nenhum sinal de antagonismo entre os públicos de ambos.

Ou seja, a imagem de Dilma continua acoplada à de Lula, mas em certa medida já ganhou vida própria e obteve apoio de setores da chamada nova classe média, em geral mais refratária ao ex-presidente.

Na hora de pedir aos brasileiros que participem mais da política é Lula o garoto propaganda. Eis sua fala mais direta:

“O problema de quem não gosta de política é que é sempre governado por quem gosta. Por isso eu digo sempre para a juventude. Não adianta você achar que todo político não presta. Não adianta você negar política. Porque o político perfeito de que você precisa... Quem sabe não esteja dentro de mim, dentro da presidenta Dilma, ou dentro de qualquer outro político? Que esteja dento de você? Então, participe. Faça da política a sua arma para mudar o seu país”.

A seguir, playlist com os 12 vídeos que o PT exibirá em rede nacional de 10 a 27.dez.2011.

 

 

 

 

 


Lula e Dilma na TV
Além do vídeo ao lado de Dilma, Lula aparece sozinho em outro. Está ainda com barba e cabelo (gravou antes de raspá-los por causa do tratamento para combater um câncer de laringe).

Dilma protagoniza 3 propagandas. Em todas, começa dizendo que “o governo Lula mostrou o caminho”. Segue falando sobre programas que começaram no governo passado e continuam no seu –como PAC e Minha Casa, Minha Vida– e programas que ela mesma lançou –como o das pessoas com deficiência.

Os outros vídeos são protagonizados por atores. Um mostra só jovens. Dizem ter votado em Lula e Dilma nas eleições passadas e que pretendem eles próprios entrar na política, exibindo tablets e celulares.

Outro filme não mostra pessoas. Só frases escritas na tela: “Você vai conhecer agora a pessoa que vai acabar com a corrupção, que vai acabar com a violência, que vai mudar totalmente a saúde pública no Brasil. Sabe quem é essa pessoa? Você. Por que em lugar de só criticar, você não entra na política? E faz política no partido que está perto de fazer tudo isso? Filie-se ao PT e continue mobilizando o Brasil . www.pt.org.br.”

Nos comerciais do PT há atores negros, brancos, crianças, jovens e pessoas idosas. Em alguns é utilizado um recurso de computação gráfica conhecido como neon, que dá a impressão de uma luz percorrendo a tela, criando desenhos e a imagem de um estrela, o símbolo da legenda.

Em todos os 12 comerciais, os únicos políticos que aparecem são Lula e Dilma. Uma diferença em relação a outras legendas, que usam deputados, senadores e governadores em seus filmes.

Com essa campanha o PT espera turbinar ainda mais a tendência que já existiu em 2010. A legenda foi a que mais cresceu em nº de filiados. Perde apenas para o recém criado PSD, de Gilberto Kassab.

O PSB, 2º colocado em nº de novos filiados, registrou quase metade das adesões recebidas pelo PT. O PSDB, principal adversário dos petistas, aparece em 6º lugar nesse ranking. Já o DEM, outro partido de oposição, perdeu filiados e ficou menor.

Abaixo, ranking dos partidos brasileiros de acordo com a variação no nº de filiados de nov.2010 a out.2011.

 

 

O blog no Twitter.

Por Fernando Rodrigues
13h22 - 08/12/2011
 

Romário: Lula e FHC são 10; Dilma ainda é 9

Para deputado, Sarney não pode estar há “tantos anos no poder só fazendo o mal”

“À Dilma eu não posso dar ainda um 10 porque ela só tem... não tem nem um ano [de governo]. Então eu vou dar um 9”. Essa é a explicação de Romário, deputado federal e ex-jogador de futebol, sobre a nota que dá para a atual presidente da República.

Para os 2 antecessores, Lula e Fernando Henrique, Romário atribui nota 10. “Sempre gostei muito da postura do Fernando Henrique Cardoso. Passei a ser um fã incondicional do Lula”, explicou em entrevista ao “Poder e Política – Entrevista”, projeto do UOL e da Folha.

Questionado sobre quais políticos admira, o deputado rapidamente citou a colega de partido e também deputada Luiza Erundina (PSB-SP), ex-prefeita de São Paulo.

Instado a falar especificamente sobre ex-presidentes da República, o baixinho elogiou Lula, FHC e incluiu Sarney na lista depois de fazer uma mea culpa.

Para ele há “problemas e coisas negativas que o Brasil diz” sobre Sarney. E reconheceu certa razão nesses dizeres. Mas Romário concluiu: “A pessoa não pode estar tantos anos no poder e só fazendo o mal”.

A seguir, trecho da entrevista em que o deputado dá notas para Dilma e seus antecessores. Em seguida, íntegra da entrevista. A fala sobre Sarney começa aos 30 minutos do vídeo.

A transcrição completa da entrevista está disponível aqui.

 

 

 

 

 

O blog no Twitter.

Por Fernando Rodrigues
07h52 - 05/12/2011
 

Poder e política na semana – 5 a 11.dez.2011

A semana começa com repercussão da saída de Carlos Lupi (PDT) do cargo de ministro do Trabalho. Foi o 7º ministro a cair. O 6º suspeito de ter cometido irregularidades. A Executiva do PDT deve discutir quem indica para a vaga deixada por Lupi nesta 2ª feira (5.dez.2011). Dilma deve resistir e postergar para janeiro a nomeação do substituto definitivo.

Enquanto isso, outros dois ministros encrencados passam a ficar na linha de tiro e correm o risco de perder a cadeira. Mário Negromonte (Cidades) vai ao Senado na 5ª (8.dez.2011) tentar explicar ser inocente. E Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) terá de provar que são legais e legítimos os R$ 2 milhões que recebeu por “consultorias”.

A presidente Dilma Rousseff faz reunião de coordenação na manhã de 2ª feira (5.dez.2011). Na 3ª (6.dez.2011), ela participa da entrega do 25º Prêmio Jovem Cientista, no Palácio do Planalto, e vai a São Paulo. Recebe prêmio de Brasileira do Ano da revista “Isto É”. Na 4ª, a presidente deve lançar um programa nacional de combate ao crack.
 
Na 3ª feira, o DEM faz sua Convenção Nacional. Vai manter o senador José Agripino (RN) como presidente do partido.

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado deve sabatinar na 3ª feira Rosa Maria Weber, indicada pela presidente Dilma Rousseff para o STF.

Os senadores também têm que lidar com as votações da Emenda 29, DRU e Orçamento de 2012. A ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) prometeu apresentar proposta de votação da Emenda 29 até 3ª feira. A ideia é ter acordo para votar a DRU e o Orçamento.

Outra votação desta semana no Senado: o novo Código Florestal. Se aprovado, texto volta para a Câmara.

Na 4ª feira (7.dez.2011), os deputados discutem a criação da Previdência Complementar para servidores públicos federais.

A 5ª feira (8.dez.2011) é o dia do programa do PT em rede nacional de TV. O partido terá 10 minutos contínuos, pagos com dinheiro público, das 20h30 às 20h40. Dilma e Lula vão aparecer.

A 6ª feira (9.dez.2011) é o Dia Internacional Contra a Corrupção. Haverá protestos e eventos pelo país. E um “Congresso contra a corrupção”, em São Paulo.

Também na 6ª feira, o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB), será sabatinado pela Folha e pelo UOL, com transmissão ao vivo pela internet.

No sábado (10.dez.2011), o PT terá 5 minutos em rede nacional de TV divididos em inserções de 30 segundos ou 1 minuto. E o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, estará na Suécia para a cerimônia de entrega do Prêmio Nobel.

No domingo (11.dez.2011), ocorre o plebiscito no Pará. Eleitores locais deverão decidir sobre desmembrar o território paraense para criar mais 2 Estados.

A seguir, o drive político da semana:


Segunda (5.dez. 2011)
Dilma e ministros – às 10h30, presidente faz reunião de coordenação no Palácio da Alvorada. Às 15h, reúne-se com o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência).

Escândalo do Ministério do Trabalho – Executiva do PDT reúne-se para decidir quem indica para a vaga de Carlos Lupi, ministro do partido que saiu do governo sob suspeita de corrupção.
Expectativa do Blog: Dilma deve deixar para tomar a decisão só em 2012.

FHC no Facebook e no Roda Viva – ex-presidente, do PSDB, lança nova página na rede social. Aqui, post do Blog sobre o assunto. À noite, o tucano será o entrevistado do programa da TV Cultura. Transmissão ao vivo a partir das 22h.

PSDB em São Paulo – às 12h, Folha e UOL transmitem ao vivo sabatina com os pré-candidatos do PSDB à Prefeitura de São Paulo: Andrea Matarazzo, Bruno Covas, José Aníbal e Ricardo Trípoli.

Crise econômica – presidente da França, Nicolas Sarkozy, recebe a chanceler alemã, Angela Merkel, para tentar fechar medidas anticrise para a União Europeia.

Marcos Valério preso – advogados do publicitário devem apresentar pedido de habeas corpus ao Tribunal de Justiça da Bahia. Valério ficou famoso por ser acusado de operar o mensalão. Mas foi preso sob acusação de forjar registros de imóveis.

Padilha e a dengue – ministro da Saúde divulga resultados do Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes Aegypti (Liraa 2011) e lança a campanha de combate à dengue. A entrevista será transmitida via internet a partir das 10h30: webradio.saude.gov.br/radio.

Paulo Bernardo e empresas – ministro das Comunicações recebe o presidente da Ericsson, Sérgio Quiroga, às 15h30. E o presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica, Humberto Barbato, às 16h.

Seminários Lei de Acesso – evento em São Paulo e Porto Alegre debatem a nova Lei de Acesso a Informações Públicas. Este blogueiro estará em Porto Alegre.

Royalties do petróleo – senador Lindbergh Farias (PT-RJ) lança o livro "Royalties do Petróleo: As Regras do Jogo para Discutir Sabendo".

Micro e pequenas empresas – Sebrae e o Dieese divulgam “Anuário do Trabalho”. Uma das conclusões é que essas modalidades estão elevando salários e contratando mais. Entrevista coletiva às 10h30 (av. Paulista, nº 1728, 3º andar - ed. Ourinvest, São Paulo).

Brasil e África Ocidental – até 6.dez.2011, em Praia, capital de Cabo Verde, ocorre debate sobre alternativas energéticas renováveis para países do oeste da África.

Cesta básica – Dieese divulga estudo sobre preços dos alimentos básicos.


Terça (6.dez.2011)
Dilma e a ciência – presidente participa da entrega do 25º Prêmio Jovem Cientista. Às 11h, no Salão Nobre do Palácio do Planalto.

Dilma em São Paulo – presidente viaja para a capital paulista, onde recebe prêmio de Brasileira do Ano da revista “Isto É”. O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o ministro da Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, e o lutador do UFC Anderson Silva também serão homenageados.
Comentário do Blog: momento de tensão para Pimentel, acusado de tráfico de influencia e de ter recebido R$ 2 milhões por consultorias em 2009/10.

Escândalo no Ministério Trabalho – Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara havia agendado uma convocação do ministro Carlos Lupi (PDT). Ele já foi ouvido pela comissão em 10.nov.2011, antes da revelação de que ele fora funcionário-fantasma da Câmara.
Comentário do Blog: como tudo no Brasil, depois que o ministro pede demissão, ninguém mais fica com vontade de investigar.

Ministra do STF – Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) marcou para esta data a sabatina de Rosa Maria Weber, indicada pela presidente Dilma Rousseff para substituir Ellen Gracie no Supremo Tribunal Federal.

Emenda 29, DRU e Orçamento – prazo que a ministra Ideli Salvatti se deu para apresentar proposta de votação no Senado da Emenda 29, que interessa à oposição. Ideia é ter acordo para votar os outros temas, prioritários para o governo.

Orçamento – Comissão Mista de Orçamento do Congresso convocou 11 reuniões até 5ª feira (8.dez.2011) para tentar votar todos os relatórios setoriais, divulgou a Agência Brasil.

Novo Código Florestal – texto deve ser votado no plenário do Senado. Se aprovado, volta para a Câmara.

20 anos da Força Sindical - Central Sindical lança livro comemorativo em Brasília.

Convenção do DEM – partido anunciou que confirmará o senador José Agripino (RN) como seu presidente. Esvaziado, evento ocorre no 26º andar do Senado, das 10h às 13h.
Comentário do Blog: o DEM passa por um de seus piores momentos, com migração de filiados para o PSD em todo o país. O clima dessa convenção será um termômetro de como vai a sigla.

Confraternização da cana – União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) faz jantar de confraternização. Às 20h, no Unique Palace, em Brasília.

Publicidade de álcool – Comissão de Assuntos Sociais do Senado deve votar texto que sugere proibição da propaganda de bebidas alcoólicas, restrição da comercialização do produto e aumento de impostos.

Alckmin e o Natal – Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, exibe mostra com 30 tipos de presépios de 13 países e obras sacras dos séculos XV, XVI e XVII. Vai até 8.jan.2012, das 10h às 17h. Entrada gratuita.

Brasil e Brics – Fundação Alexandre de Gusmão, do Itamaraty, e a Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), realizam mesa redonda sobre o tema. Das 9h30 às 15h30, na sede da Faap, em São Paulo.

Encontro de Ministérios Públicos – em Brasília, até 7.dez.2011, Assembleia-Geral Ordinária da Associação Ibero-Americana de Ministérios Públicos.

Fórum de mídias digitais – evento vai até 7.dez.2011 em Curitiba. Felipe Vaz, coordenador de mídias sociais da campanha de Marina Silva em 2010, discutirá marketing político na web.

Novo PIB – IBGE divulga dados da pesquisa Contas Nacionais Trimestrais.


Quarta (7.dez.2011)
Dilma e o crack
– presidente lança programa nacional de combate à droga.

Temer e Alckmin em São Paulo – participam de evento do grupo de João Dória em que será entregue o Prêmio Líderes do Brasil. Um dos homenageados é o ministro Antonio Patriota (Relações Exteriores).

Fundação do PSD – o partido de Kassab lança sua fundação, entidade para formação política e estudos. Deve se chamar “Espaço Democrático”.

Ficha Limpa no STF – na pauta do tribunal, ações do PSOL relativas à eleição de 2010 no Pará.

Aposentadoria de funcionário público – na Câmara, congressistas, representantes do governo e dos servidores discutem o projeto de lei 1992/07 (cria a Fundação de Previdência Complementar do Serviço Público Federal). Polêmica: valor da contribuição do governo para o fundo está indefinido.

Câmara e dados públicos – lança, às 17h, o projeto Dados Abertos. A promessa é disponibilizar dados no site da Casa em formato que possa ser acessado e manipulado pelos internautas. O sistema deve ficar disponível em www.camara.gov.br/dados.

Coligações eleitorais – a jornalista e apresentadora da TV Câmara Aline Machado lança o livro “Alianças Eleitorais: Casamento com Prazo de Validade”. Às 18h30 no Salão Nobre da Câmara dos Deputados.

Competência do CNJ – ainda na pauta do STF a ação da AMB que pede redução do poder de investigação do Conselho Nacional de Justiça.

Patriota em São Paulo – ministro das Relações Exteriores encontra-se com a chanceler do México, Patricia Espinosa, e o Secretário de Economia, Bruno Ferrari.

Inflação – IBGE divulga Índice de Preços ao Produtor - Indústrias de Transformação. Também publica Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo e Índice Nacional de Preços ao Consumidor. FGV divulga IGP-DI.
 

Quinta (8.dez.2011)
Escândalo no Ministério das Cidades – ministro Mário Negromonte (PP) vai ao Senado às 9h. Deve explicar acusações de que sua pasta teria forjado parecer sobre de obra da Copa de 2014 em Cuiabá (MT).

PT na TV – partido tem 10 minutos contínuos em rede nacional, pagos com dinheiro público. Vai mostrar Dilma e Lula (ainda com cabelo e barba, pois gravou antes de raspar). Das 20h às 20h10 no rádio. Das 20h30 às 20h40 na TV.

Congresso e o Natal – até 18.dez.2011, a partir das 18h, ocorrem visitas guiadas noturnas à Câmara e ao Senado. Visitantes podem assistir a apresentações de corais.

Relatório Direitos Humanos no Brasil 2011 – Rede Social de Justiça e Direitos Humanos promove publicação que apresenta situação do país com relação a direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais. Lançamento às 18h30, no Sesc Consolação, em São Paulo.

Safra 2012 – IBGE divulga 2º prognóstico.


Sexta (9.dez.2011)
Dia Internacional Contra a Corrupção – no Brasil, mais protestos. Em São Paulo ocorre um “Congresso contra a corrupção”, às 18h, no Auditório Assis Chateaubriand (av. Paulista, 2200, 12° andar). Organização do movimento NASRUAS.

FHC sabatinado – Folha e UOL sabatinam ex-presidente. Transmissão ao vivo pela internet a partir das 16h30.

Crise econômica – reunião de cúpula da União Europeia em Bruxelas.

Congresso do PPS – evento ocorre até 11.dez.2011 em São Paulo. Partido anunciou que discutirá ter candidato próprio a presidente da República em 2014.

PT no Nordeste – deputados federais João Paulo (PE) e José Guimarães (CE) reúnem todos os presidentes do PT no Nordeste para discutir cenários eleitorais de 2012.

Tombini na Suécia – tem reuniões de trabalho no Riksbank, Banco Central da Suécia.

Inflação – Fipe divulga IPC referente ao período de 8.nov a 7.dez.2011. FGV divulga IGP-M Primeiro Decêndio e IPC-S Capitais.


Sábado (10.dez.2011)
Chávez na Argentina – presidente venezuelano visita colega Cristina Kirchner. Prometeu aproveitar o roteiro e visitar Lula, em São Paulo.

PT na TV – partido tem 5 minutos em rede nacional divididos em inserções de 30 segundos ou 1 minuto.

Tombini e o Prêmio Nobel – participa da cerimônia de entrega do prêmio, no Stockholm Concert Hall, em Estocolmo.


Domingo (11.dez.2011)
Plebiscito no Pará – eleitores locais decidem sobre desmembrar o território paraense para criar mais 2 Estados. Votação começa às 8h e termina às 17h.
Expectativa do Blog: que o juízo predomine e os paraenses votem para não criar mais tantas despesas para o restante do Brasil ao dividirem o Estado.

 

O blog no Twitter.

Por Fernando Rodrigues
Perfil

Fernando Rodrigues, jornalista, nasceu em 1963. Fez mestrado em jornalismo internacional na City University, em Londres, Reino Unido (1986).

Na Folha desde 1987, foi repórter, editor de Economia, correspondente em Nova York (1988), Tóquio (1990) e Washington (1990-91). Na Sucursal de Brasília da Folha desde 1996, assina a coluna "Brasília", na página 2 do jornal, às quartas e sábados.

Mantém uma página de política no UOL desde o ano 2000 - com informações estatísticas e analíticas sobre eleições, pesquisas de opinião e partidos políticos. Em 2007/08 recebeu uma fellowship da Fundação Nieman, na Universidade Harvard (Cambridge, MA, nos Estados Unidos).

Regras de uso

Busca
Neste blog Na Web

Histórico